Sindjus se reúne com as assessorias dos senadores Eduardo Girão e Weverton em defesa dos PLs 2342 e 1987


Nesta quinta-feira (10/08), o coordenador-geral do Sindjus Costa Neto participou de uma reunião no gabinete do senador Eduardo Girão, com as assessorias dos senadores Eduardo Girão e Weverton. Contextualizando, na última sessão da CCJ, ocorrida no dia 9 de agosto, o senador Eduardo Girão (NOVO-CE), pediu vistas dos PLs 2342/2022 e 1987/2023, os quais estão sob a relatoria do senador Weverton (PDT-MA).

Lembrando que o PL 2342/2022 trata da criação de cargos no Quadro de Pessoal do CNJ e ainda da essencialidade dos cargos efetivos do PJU, da transformação do AQ de Técnicos em VPNI e da não absorção dos Quintos, e que o PL 1987/2023 dispõe sobre a criação de funções comissionadas no TJDFT.

O Sindjus apresentou dados técnicos e bem fundamentados que asseguram não haver impacto orçamentário/financeiro nos dois projetos de lei e explicou a relevância dessas matérias, que contribuem para o fortalecimento dessas instituições, para a valorização da carreira dos servidores do Poder Judiciário e para uma prestação jurisdicional de excelência.

Ao final de sua argumentação e do debate com as assessorias, Costa Neto fez um apelo pelo voto favorável do senador Eduardo Girão a essas matérias na próxima sessão do CCJ, quando os projetos retornarão à pauta da comissão.

“O Sindjus está trabalhando muito para garantir a aprovação dos PLs 2342/2022 e 1987/2023. Desde o início da tramitação desses projetos na Câmara dos Deputados, temos atuado pela viabilização desses pleitos, pois entendemos a importância dessas propostas para o Poder Judiciário, para os servidores e para a sociedade. A conversa com as assessorias do senador Eduardo Girão e do senador Weverton foi mais uma oportunidade de destacarmos o quanto esses PLs são legítimos e necessários”, afirmou Costa Neto, coordenador-geral do Sindjus.

Orgulho de ser Sindjus. Filie-se e fortaleça o seu Sindicato.

🔥271 Total de Visualizações