Em um ambiente de muita unidade e transparência, assembleia Geral aprova previsão orçamentária do Sindjus para 2024

Os servidores do Poder Judiciário e MPU, nesta segunda-feira (20/11), reunidos no auditório externo do STJ e participando também em modo virtual no caso dos Estados do Acre, Rondônia, Roraima e Tocantins, aprovaram em um clima de muita unidade e transparência a previsão orçamentária do Sindjus para o ano de 2024. A assembleia começou às 16h05 em segunda chamada e foi encerrada às 16h56, transcorrendo de forma muito tranquila, transparente e democrática.

Importante ressaltar que a proposta orçamentária que foi analisada hoje foi construída ao longo de três reuniões do Conselho de Delegados Sindicais (que é formado pela Diretoria Colegiada e pelos delegados sindicais eleitos), sendo muito debatida e aprovada por unanimidade. Inicialmente, conforme explicou a coordenadora de Administração e Finanças Ednete Bezerra, a Diretoria apresentou ao Conselho de Delegados Sindicais uma proposta orçamentária preliminar que, durante o processo de debate, atendendo a sugestões e destaques, foi aprimorada. Registra-se ainda que a proposta aprovada pelo Conselho de Delegados foi disponibilizada, em tempo hábil, na área exclusiva de filiados no site do Sindjus e distribuída aos presentes, para que todos os interessados pudessem conhecê-la antes da Assembleia Geral.

Ednete Bezerra esclareceu que cumprindo a determinação da assembleia de prestação de contas do dia 30 de novembro de 2021, a Diretoria realizou a venda de salas da antiga sede do Sindicato, localizada no SDS (Conic), e investiu esse dinheiro na compra de novas salas no mesmo andar do edifício Brasília Trade Center, no Setor Comercial Norte, onde está instalada a atual sede do Sindjus, ampliando e melhorando assim a estrutura da sede, e valorizando o patrimônio do Sindicato. Informou que o objetivo, com o tempo, é ocupar o segundo andar todo e fazer um pequeno auditório para realizar reuniões e outras atividades voltadas à categoria.

Em cumprimento ao que foi aprovado na assembleia de prestação de contas do dia 30 de março de 2023, Ednete informou que, após muita pesquisa, o Sindjus contratou a empresa que vai tornar realidade o projeto de energia sustentável que objetiva gerar energia limpa e economia ao Sindicato, uma vez que o gasto mensal da sede do Sindjus e do Cefis referente à energia elétrica poderá ser abatido da produção que será gerada com a instalação do projeto de energia fotovoltáica. Explicou que na próxima semana começam as obras para instalação de 120 painéis fotovoltaicos no Cefis, que vão atender as demandas tanto do clube quanto da sede do Sindicato.

Sobre a proposta orçamentária, Ednete explicou que ela foi elaborada ouvindo os delegados e visando antever as pautas da categoria, destacando que foi reservado orçamento para contratar, pontualmente, conforme a necessidade, assessoriais específicas para alguns temas, como a questão da Previdência. Uma assessoria é importante para prestar informações, fazer estudos e acompanhar o trabalho da Diretoria. Também falou sobre a importância de se investir na comunicação sindical, ampliando e melhorando o diálogo com a base e com a sociedade. Outro ponto que ganhou destaque foi o Núcleo de Inclusão, pois o Sindicato tem investido em campanhas, materiais e atividades voltadas à inclusão.

O coordenador-geral do Sindjus Costa Neto, que conduziu os trabalhos, enfatizou a importância da assembleia e os resultados que estão sendo colhidos em virtude da atuação séria e responsável da Diretoria. “O filiado pode ter certeza de que estamos fazendo tudo o que é possível para melhor representá-lo. Estamos utilizando os recursos necessários para melhorar a estrutura da nossa sede e do nosso clube campestre, realizar mobilizações, avançar na parte das assessorias, e obter conquistas importantes na área jurídica e sindical. O reajuste que conquistamos no fim do ano passado, de 19,25%, e dos auxílios alimentação e creche, foi fruto da nossa luta e intervenção. Estamos avançando nos debates para a construção do novo plano de carreira, que deve convergir para as necessidades da nossa categoria. Estamos no caminho certo. Assumimos uma entidade destruída, sem condições de se gerir, e hoje, estamos em outro patamar. O Sindjus é atualmente um exemplo para outras entidades do país, tanto do PJU e MPU, quanto do Legislativo e Executivo. O Sindjus é hoje uma entidade que goza de prestígio onde estiver, com espaços de interlocução importantíssimos que conseguimos construir ao longo dos últimos anos. Não podemos esquecer o quanto nós evoluímos. Não podemos retroceder. Temos que avançar cada vez mais com respeito à nossa categoria e à nossa entidade, que cresceu como nunca, saímos de 8.500 filiados (em 2015) e estamos hoje com quase 18 mil filiados”, destacou Costa Neto.

O coordenador de Administração e Finanças Anderson Ferreira salientou que a Diretoria tem muito respeito ao dinheiro dos filiados, por isso está sempre otimizando os recursos e investindo no aumento do patrimônio físico do Sindicato e nas lutas em defesa da categoria. Ressaltou que diante de qualquer necessidade de mobilização, o Sindicato tem condições de responder rapidamente às demandas dos servidores. Segundo ele, a Diretoria trabalhou muito para que hoje o Sindjus tenha condições financeiras de encaminhar da melhor forma as pautas gerais e específicas da categoria.

 O coordenador de Administração e Finanças Antônio Matoso destacou a importância do trabalho conjunto realizado com os delegados sindicais e de que essa proposta orçamentária é resultado do diálogo da Diretoria com a categoria. “A gente faz um orçamento desse tipo querendo conquistar o que a categoria anseia e dentro do melhor uso dos recursos”, explicou. Chamou a atenção ainda para o crescimento do número de filiados, e dos valores expressivos do saldo em conta e do patrimônio do Sindicato, algo, segundo ele, sem precedentes na história do Sindjus.

O coordenador-geral Abdias Trajano reforçou que a proposta orçamentária aprovada foi fruto de várias discussões e estudos e que demonstra a seriedade e o compromisso desta Diretoria com os seus filiados.

O coordenador-geral Chico Vaz fez menção ao crescimento impressionante do Sindjus, tanto do ponto de vista de filiados e patrimônio, quanto de respeitabilidade, força e credibilidade. Sublinhou o respeito que o Sindjus tem hoje junto à categoria e ao Poder Judiciário, MPU, Poder Legislativo e Poder Executivo. Lembrou ainda das homenagens recebidas pelo Sindjus em alusão ao seu aniversário de 33 anos, ocorrido no dia 25 de maio de 2023, que contou com uma sessão solene na Câmara dos Deputados e menções elogiosas das presidentes do STF e STJ. Para Chico Vaz, essas são demonstrações do prestígio do Sindjus, que foi construído ao longo dos últimos anos.

Orgulho de ser Sindjus. Filie-se e fortaleça o seu Sindicato.

🔥199 Total de Visualizações