Sindjus reforça trabalho pela derrubada dos vetos 10 e 25 na sessão desta quinta (23) do Congresso Nacional, mas obtém a informação de que não há acordo entre os líderes

O coordenador-geral do Sindjus esteve com o senador Izalci e outras lideranças partidárias que informaram não haver acordo no colégio de líderes para apreciação e derrubada dos vetos. A estratégia nesse caso é trabalhar para adiar a análise e ganhar mais tempo para negociação

O Sindjus vem trabalhando diuturnamente pela derrubada dos vetos 10 e 25, atuando em várias frentes para que a categoria saia vitoriosa. Inclusive, nesta quarta-feira (22/11), o Sindjus está realizando mais uma mobilização na frente do Anexo II da Câmara dos Deputados, com faixas e instrumentos musicais, e também providenciou o envio de nota técnica e cartas argumentativas a todos os parlamentares pela derrubada dos vetos 10 (MPU) e 25 (PJU), que estão na pauta da sessão conjunta do Congresso Nacional de amanhã (23 de novembro).

Embora os vetos 10 e 25 figurem, respectivamente, como os itens 17 e 29 da pauta da sessão desta quinta-feira, a informação predominante entre os parlamentares é de que ainda não há acordo no Colégio de Líderes para apreciação e derrubada dos vetos 10 e 25 e que, provavelmente, a apreciação desses vetos será novamente adiada. Importante relembrar que esses vetos já entraram na pauta das sessões do dia 26 de outubro e 9 de novembro e não foram apreciados por falta de acordo entre os líderes. E, mais uma vez, a situação parece se repetir, pois o governo insiste na manutenção dos vetos. “Diante desse cenário de incertezas, é importante continuarmos trabalhando o convencimento dos parlamentares, intensificando nossa mobilização e angariando mais apoios para votarem pela derrubada dos vetos 10 e 25, construindo um resultado favorável à nossa categoria”, explicou Costa Neto, que conversou hoje com o senador Izalci e outros parlamentares sobre esse tema.

A nota técnica encaminhada pelo Sindjus aos parlamentares foi produzida pela assessoria político parlamentar do Sindicato e traz argumentos técnicos muito bem fundamentados para subsidiar a derrubada de cada um dos itens vetados nos PLs 2969/22 e 2342/22.

Lembrando que a derrubada do Veto 10 assegura o NS para o cargo de Técnico do MPU e do CNMP, a essencialidade dos cargos do MPU, a não absorção dos Quintos no âmbito do MPU e a transformação do AQ recebido pelos técnicos do MPU e do CNMP em VPNI, e a derrubada do Veto 25 garante a essencialidade dos cargos do PJU, a não absorção dos Quintos no âmbito do PJU e a transformação do AQ recebido pelos técnicos do PJU em VPNI.

O Sindjus seguirá fazendo articulações com os parlamentares, inclusive com os líderes partidários e de bancadas, trabalhando pela apreciação e derrubada dos vetos 10 e 25 na sessão conjunta do Congresso Nacional desta quinta-feira (23/11), mas, caso não se construa o acordo necessário, o melhor é que haja o adiamento para continuidade das negociações e tratativas, de modo a não correr o risco dos vetos serem mantidos. Os servidores podem ajudar enviando cartas aos deputados e senadores pedindo a derrubada desses vetos. É importante que todos os servidores do PJU e MPU fiquem em estado de mobilização e atendam às convocatórias do Sindicato.

Orgulho de ser Sindjus. Filie-se e fortaleça o seu Sindicato.

 

 

 

🔥665 Total de Visualizações