Sindjus-DF e Associações retomam trabalho dentro do STF visando quintos e data-base

No dia 1º de fevereiro de 2019, o STF realizou solenidade de abertura do Ano Judiciário corrente, findo o recesso forense. Nesta quarta-feira (6/2), as sessões ordinárias de julgamento de processos do pleno foram retomadas. Costa Neto (Sindjus-DF), Janedir Morata (Anajustra) e White Villela (ASSTJ), cujas entidades são integrantes da Comissão do Judiciário e do MPU, acompanharam a retomada dos trabalhos.

 

Dessa forma, Sindjus-DF e Associações dão oficialmente continuidade ao intenso trabalho de monitoramento das ações e à luta incessante em defesa da manutenção dos quintos e da aplicação da data-base para os servidores públicos.

No dia de hoje e seguintes, as entidades visitarão os gabinetes dos ministros do STF para entrega de novos memoriais, bem como realização trabalho de convencimento junto aos próprios ministros, suas assessorias e chefias de gabinete.

Segundo informações repassadas pela assessoria da mesa, o ministro Gilmar Mendes, que solicitou o retorno do RE 638.115 ao seu gabinete no final do ano passado, ainda não devolveu o processo para inclusão em lista e julgamento dos embargos.

É preciso atenção redobrada, uma vez que o presidente Dias Tofolli, em reunião no dia 12/12/2018, com a Fenajufe, informou sua disposição de colocar em julgamento o RE 638.115/CE (quintos) logo após o retorno do recesso forense e devolução do processo por parte do ministro Gilmar Mendes.

0 2visualizações hoje