Câmara aprova cota em universidades para alunos de escola pública

Saiu ontem (20/11), no portal Globo.com: a Câmara dos Deputados aprovou um projeto que reserva metade das vagas em universidades públicas federais para alunos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas. Dentro dessa cota haverá subcotas para negros, índios e estudantes de baixa renda (com renda familiar per capita menor que 1,5 salário mínimo).

A divisão será feita de acordo com o percentual de negros, pardos e índios na população do estado em que está a universidade. Por exemplo: em um estado com 20% de negros, pelo menos 20% das vagas reservadas a escolas públicas terão de ser ocupadas por negros.

O projeto aprovado pela Câmara também reserva vagas nas escolas técnicas federais de nível médio. Nesse caso, os alunos têm que ter cursado integralmente o ensino fundamental em escola pública. Nessas escolas também serão observadas as subcotas, no mesmo molde das universidades.

O projeto segue para votação no Senado. Segundo o texto, as universidades têm quatro anos para se adaptar às cotas. O projeto abre a possibilidade de que as universidades privadas também adotem esse sistema.

🔥14 Total de Visualizações