Filiada do Sindjus é condecorada como Embaixadora da Cultura da Paz e da Justiça

“Democratização do acesso à Justiça”, este foi o tema da tese de mestrado da analista judiciária do TJDFT, Janete Ricken Lopes de Barros. Há muitos anos Janete se dedica ao estudo e as pesquisas para melhorar o acesso a Justiça pelos cidadãos, além da tese de mestrado outros trabalhos da servidora já foram publicados. “Sei que sou uma simples servidora, mas quero fazer o meu trabalho de forma a atender as necessidades da sociedade da melhor forma possível”, afirma.

Mas todo o esforço acarretou no sucesso. Nesta quarta-feira (17), a analista judiciária se surpreendeu e viu que seu trabalho foi reconhecido. Ela recebeu uma comenda das mãos do Embaixador da China e do Comendador Regino Barros, Presidente do Centro de Integração Cultural e Empresarial de São Paulo (Cicesp) e da Comendadora Drª Jupyra Barbosa Ghedini (Chanceler Nacional da Ordem JK), durante solenidade no Espaço da Corte.

“Dedico esta comenda a todos os servidores do Poder Judiciário, todos nós trabalhamos arduamente para oferecer o acesso rápido e concreto dos cidadãos a Justiça e há anos trabalho muito para atingir este objetivo”, palavras de Janete Ricken durante a entrega da comenda.

Outras autoridades, como o Presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia e o Senador Lindemberg Cury, também foram condecorados. O evento é promovido pelo Cicesp e o Conselho Internacional de Honrarias e Méritos. Janete foi condecorada como Embaixadora da Cultura da Paz e da Justiça.

Segue trechos da honraria: “O Conselho Internacional de Honrarias e Méritos, tem orgulho de recebe-lo como Membro deste sodalício, formado por Personalidades notoriamente reconhecidas por sua qualidade, mérito de honra, dignidade, caráter, civismo e espírito empreendedor, comprometimento com o exercício da Cultura Pacificadora, transformando-se em verdadeiro baluarte da justiça promovendo o desenvolvimento, harmonizando e integrando a Nossa Sociedade”

🔥32 Total de Visualizações