Servidores aprovam indicativo de greve para 7 de outubro

Compreendendo o contexto transmitido durante as assembléias setoriais, os servidores do Poder Judiciário e do Ministério Público se mobilizaram e compareceram, em grande número, à Assembléia realizada na Praça dos Tribunais no fim da tarde de ontem (23/9). O clima foi marcado pela união dos servidores, que estão dispostos a ir à luta não só pelo envio da proposta ao Congresso, mas pela aprovação do PCCR. Tanto que, de forma unânime, os mais de 500 servidores presentes levantaram a bandeira do PCCR e aprovaram o indicativo de greve.

Isto é, se a proposta do novo plano não for encaminhada ao Poder Legislativo até o dia 7 de outubro, os trabalhadores da Justiça cruzarão os braços. O coordenador-geral do Sindjus, Policarpo, explicou que a escolha desta data se deu em razão do prazo dado ao presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, aos presidentes dos demais órgãos do Poder Judiciário para resolver essa questão. Essa posição de Gilmar Mendes é resultado da pressão dos servidores que se reuniram em assembléias setoriais. Em ofício, o Sindjus reivindicou que o PGR, Roberto Gurgel, seguisse o mesmo calendário.

Embora espere essa data, o Sindjus continuará em plena mobilização. Afinal, pelo sentimento dos servidores presentes na assembléia, estamos no caminho certo. No dia 2 de outubro, organizará um sarau conscientizador, com artistas da própria categoria, visando à manutenção do espírito de luta. Além desse evento, o sindicato trabalhará pela unidade dos servidores para o dia 7 de outubro, data da última e decisiva assembléia geral. Portanto, fique atento ao nosso site ( www.sindjusdf.org.br) e aos nossos informativos. Converse com seus colegas de trabalho. Mobilize. Sua participação é decisiva para o sucesso dessa luta.

🔥6 Total de Visualizações