Sindjus leva insatisfação dos servidores a Peluso

Após visitar 35 locais de trabalho do judiciário e do MPU para ouvir atentamente a categoria, diretores e delegados do Sindjus constataram que existe uma insatisfação generalizada entre os servidores. O maior alvo das reclamações é o representante do poder judiciário, ministro Cezar Peluso. “Em todos os lugares por onde passamos, a principal pergunta é: qual a explicação do presidente do STF para o descumprimento do acordo firmado por ele para a aprovação do PL 6613?”, explicou o coordenador-geral do Sindjus, Berilo Leão.

Nesta terça-feira (15) o sindicato encaminhou ofício ao presidente do Supremo relatando as queixas e a realidade presenciada durante as visitas. “Os servidores estão impacientes com a falta de uma posição do Supremo Tribunal Federal sobre um pleito que afeta diretamente a vida de mais de cem mil servidores em todo o Brasil”, disse Berilo. O acordo feito pelo ministro do STF, em 2010, com o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva não foi cumprido. Agora o sindicato, junto com os servidores vai lutar para que a presidência do Supremo negocie com a presidenta Dilma Rousseff. “O Poder Judiciário não pode ficar para trás, tampouco ser desvalorizado e desprestigiado”, acredita Berilo.

Além de explicitar tudo aquilo que foi debatido nas visitas realizadas pelo sindicato, o ofício avisa que a categoria cogita a possibilidade de uma paralisação e já se organiza para uma grande manifestação. O documento também solicita uma audiência com o ministro Cezar Peluso para ser informado dos passos dados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em relação ao PL 6613/2009 e PL 6697/2009 e discutir e cobrar estratégias conjuntas para se alcançar esta conquista tão esperada por milhares de servidores.

Veja ofício na integra, clique aqui

🔥39 Total de Visualizações