Jornal de Brasília: Manobra na Hora Certa

Diante da derrota iminente

caso o PL 6.613/2009, que trata

da revisão salarial de servidores

do Judiciário, fosse colocado em

votação, ontem, na Comissão de

Finanças (CFT) da Câmara dos

Deputados, dirigentes do

Sindjus e outras entidades de

trabalhadores do segmento,

acataram a retirada do PL de

pauta, em requerimento do

deputado João Dado (PDT/SP).

“O PMDB propôs um novo

acordo que, por mais que tenha

frustrado a votação do PL,

mantém viva a esperança de ter

nosso projeto aprovado ainda

este ano”, diz o Sindjus.

A ideia é esperar a decisão

da Comissão Mista de

Orçamento (CMO) sobre a

alocação de recursos para

viabilizar orçamentária e

financeiramente o projeto.

Agora, a votação da proposta

está condicionada à

apresentação do parecer final

do relator-geral da LOA 2012,

deputado Arlindo Chinaglia

(PT-SP). Os coordenadores do

Sindjus já intensificam

entendimentos com os

membros da CMO. O projeto

voltará à pauta da CFT assim

que Chinaglia apresentar seu

relatório final.

🔥29 Total de Visualizações