CFT: Presença dos servidores é a única forma de garantir a votação do PL 6613

A pauta da reunião ordinária da Comissão de Finanças e Tributação desta quarta-feira (23), às 10h, no Plenário nº 04 da Câmara, confirma o PL 6613/09 como 27º item. No entanto, já articulamos para que um requerimento de inversão de pauta seja apresentado para que nosso projeto seja analisado logo no início da reunião.

É momento de pressão. Todos os servidores estão convocados para comparecer a reunião da CFT para garantir que o nosso projeto seja votado ou para forçar o cancelamento da reunião. Precisamos pressionar para que haja quorum, para que os parlamentares votem o nosso projeto e para que o voto deles seja favorável a nossa causa.

“Não podemos permitir que a Comissão de Finanças avance deixando o nosso PCCR para trás. Ou os deputados votam o PL 663/09 ou não votam nada. Este deve ser o nosso lema. Nossa presença em massa é fundamental para garantir essa estratégia de pressão”, afirmou o coordenador do Sindjus Jailton Assis.

Substituição dos faltosos

Durante os últimos dias, centenas de cartas eletrônicas foram disparadas pelos servidores do Judiciário, por meio do site do Sindjus, tendo como destinatário o presidente da CFT, deputado Antônio Andrade, com objetivo de pedir a substituição dos faltosos, como determina o regimento interno da Câmara dos Deputados.

Depois das assembleias setoriais de hoje (22), os coordenadores do Sindjus vão entregar uma cópia desta carta ao presidente da Comissão de Finanças e Tributação. Segundo a coordenadora Sheila Tinoco, a substituição dos faltosos pode ser uma alternativa viável para que a CFT não só vote o PL 6613/09, mas outros projetos de interesse da população.

🔥8 Total de Visualizações