Greve de agosto começa a ser construída pelo Sindjus

Começa nesta terça-feira (24) uma nova rodada de assembleias setoriais para mobilizar a categoria preparando-a para a greve a partir do dia 1º de agosto. Ontem, os diretores passaram de sala em sala no TRT em as Varas Trabalhistas conversando com os servidores sobre a importância da participação de cada um no processo de luta pela aprovação do PL 6613/09.

Hoje, duas assembleias serão realizadas no intuito de eleger um comando de greve em cada local, bem como discutir estratégias para garantir uma boa adesão ao movimento grevista que vai ser intensificado no mês de agosto em resposta à intransigência do governo Dilma Rousseff, que se nega a conceder reajuste salarial aos servidores do Poder Judiciário.

Num momento em que Dilma disse com todas as palavras ao ministro Ayres Britto que não é possível conceder reajustes para a nossa categoria neste momento, precisamos demonstrar nossa força e dar uma resposta à política desastrosa do governo no que diz respeito ao funcionalismo.

“Os servidores federais têm dado um belo exemplo para todos os trabalhadores, pois, mesmo com o anúncio de corte de ponto feito pela presidenta Dilma, eles continuam resistindo bravamente na luta contra a política de reajuste zero adotada pelo governo federal. A quantidade de servidores em greve e a intensidade das manifestações têm conseguido forçar as negociações com as autoridades competentes. Precisamos nos mirar nesse movimento e deflagrar uma greve forte a partir do começo de agosto, período em que os parlamentares estarão voltando do recesso”, afirmou a coordenadora Ana Paula Cusinato.

🔥12 Total de Visualizações