Sindjus cobra discussão sobre jornada de trabalho com PGR

O Sindjus encaminhou, na quarta-feira (9/1), ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, ofício requerendo audiência para discutir a questão da jornada de trabalho no MPU. Segundo o documento, assinado pela coordenadora Ana Paula Cusinato, é imprescindível realizar o debate sobre a alteração da jornada de trabalho para seis horas e sobre o controle eletrônico de frequência.

“No dia 08 de novembro passado, nós entregamos um abaixo assinado em prol da jornada de seis horas contendo 2.209 assinaturas de servidores do MPU lotados no DF. Até agora, não tivemos resposta da administração do Ministério Público. Por isso, há necessidade de tratarmos dessa questão diretamente com o PGR”, frisou Ana Paula.

O pedido de audiência com Gurgel logo no início de janeiro atesta o interesse do sindicato em construir uma jornada mais justa no MPU. Essa é uma luta antiga do Sindjus que será fortalecida este ano com várias ações.

🔥13 Total de Visualizações