Assembleia-geral aprova continuidade da greve

Os servidores do Poder Judiciário e do MPU, reunidos em Assembleia-Geral, na tarde desta quarta-feira (22/7), aprovaram a continuidade da greve objetivando a derrubada do veto presidencial ao PLC 28 e a aprovação do PLC 41.

No entendimento da categoria, é preciso continuar a mobilização até a vitória. A decisão dos servidores do Distrito Federal foi consoante com a deliberação do Comando de Greve Nacional, que em reunião ocorrida hoje indicou aos sindicatos filiados à necessidade da manutenção e fortalecimento da greve. Uma nova assembleia para avaliação ocorrerá no dia 28/7, terça-feira.

Confira o calendário aprovado:

Quinta-feira (23/7): Piquetes nos locais de trabalho

Sexta-feira (24/7): Piquetes nos locais de trabalho e Reunião do Comando de Greve, às 14h, na Fenajufe

Segunda-feira (27/7): Piquetes nos locais de trabalho

Terça-feira (28/7): Assembleia-Geral

Outros pontos aprovados:

Disponibilização de links com e-mails de parlamentares;

Produção de textos, imagens e vídeos;

Passeatas com trajes brancos;

Fortalecimento da Comissão do Congresso;

Organização de produção de camisetas

Busca de apoio da OAB;

Continuar a busca de apoio dos presidentes de tribunais;

Busca de parecer de jurista renomado contra o veto;

Encaminhar à Fenajufe a deliberação da categoria no sentido da participação do Sindjus na Mesa de Negociação.

Moções aprovadas:

Moção de apoio ao Sindjus e à Fenajufe nas negociações e a desautorização de participação de pessoas não autorizadas pela categoria.

Moção de repúdio à atitude divisionista de defensores do governo na categoria.

🔥13 Total de Visualizações