Sindjus-DF e entidades pressionam Paulo Guedes por recomposição salarial de servidores

Dando continuidade às atividades do Dia Nacional de Mobilização, que acontece nesta quarta-feira (18/01), o Sindjus-DF marcou presença de forma bastante contundente no ato que teve início às 14h em frente ao Ministério da Economia (bloco P) em prol da recomposição salarial dos servidores públicos.

“O Sindjus-DF está presente. O Sindjus-DF não foge à luta! O Sindjus-DF vai até o fim na busca pela correção dos nossos salários”, afirmou Cledo Vieira, coordenador de Assuntos Jurídicos, que falou representando o nosso Sindicato no carro de som do evento.

A banda do Sindicato, que é um sucesso por onde passa, chamou atenção e agitou os participantes. Bandeiras foram agitadas e as faixas com palavras de ordem deram o recado. Sem dúvida, o Sindjus-DF fez bonito na mobilização que teve a presença do Fonacate e de dezenas de entidades.

“Nós não vamos nos intimidar. O governo sabe do poder que os servidores têm quando estão unidos e mobilizados. E o Sindjus-DF, que lutou bravamente em 2021 para barrar a Reforma Administrativa, entrou com tudo na batalha pela recomposição salarial. Hoje, mostramos ao ministro Paulo Guedes, que é conhecido por esculhambar o funcionalismo público, que nós vamos parar o País se for preciso. Basta de perseguições! Chega de humilhações! Recomposição salarial já!”, exclamou o coordenador-geral Abdias Trajano.

Durante a manhã, o Sindjus-DF participou de ato em frente ao Banco Central. O Sindicato, juntamente com Fonacate e outras entidades, vai discutir novas mobilizações.

“O evento de hoje foi só o primeiro passo de um movimento unificado que tem tudo para crescer. A insatisfação com a política de reajuste zero do governo e de desmonte dos serviços públicos é geral. Ninguém mais suporta o descaso do governo para com os servidores e a população. Muitos servidores estão de férias, então, a expectativa é de que as mobilizações se fortaleçam a cada semana, com a presença maciça dos servidores nos atos e paralisações,” pontuou o coordenador-geral do Sindjus-DF Costa Neto.

Fique atento às publicações oficiais do Sindjus-DF e participe das próximas atividades.

 

🔥421 Total de Visualizações