Diretores cobram melhores condições de trabalho para servidores do Fórum Leal Fagundes

Dando sequência à luta por melhorias no ambiente de trabalho para os servidores do Judiciário, os diretores do Sindjus Sheila Tinoco e Jailton Mangueira estiveram em reunião, hoje (dia 6) com o Chefe de Gabinete da Presidência do TJDFT, Charleston Reis Coutinho para fazer reivindicações e cobranças sobre a atual situação do Fórum José Leal Fagundes.

Os diretores levaram as reivindicações dos servidores que já foram transferidos para o Fórum Leal Fagundes, que ainda está em obras, como: falta de transporte para o local, principalmente para os servidores que trabalham em varas que funcionam pela manhã ou de madrugada, instalação de lanchonete ou restaurante, falta de banheiros, fios desencapados, inoperância do posto de atendimento médico.

Em dois dos quatro blocos existentes, que já se encontram em funcionamento, os servidores ainda têm a companhia de pedreiros, marceneiros, encanadores e todo tipo de ferramenta e materiais de construção. O assessor Charleston Reis afirmou que as reivindicações serão atendidas e declarou, ainda, que o Desembargador Nívio Gonçalves, Presidente do TJDFT, estabeleceu o prazo de até o dia 18 de maio para que sejam regularizadas as pendências.

Durante a conversa o assessor entrou em contato com o Secretário Predial que se deslocou até o Fórum Leal Fagundes para averiguar as condições de trabalho oferecidas aos servidores que estão trabalhando no local.

Os diretores do Sindjus afirmaram que não será possível a ocupação dos demais blocos nas mesmas condições que houve a ocupação dos primeiros, obtendo do assessor Charleston Reis a garantia de que a situação será encaminhada ao Desembargador Presidente para decidir sobre as novas mudanças e ocupações.

Sobre o transporte de servidores Charleston afirmou que será atendida de imediato a reivindicação de ampliação do horário do transporte da estação de metrô para o Fórum Leal Fagundes, atendendo aos servidores que trabalham no período da manhã, e que será realizado um levantamento da demanda de servidores que necessitam do transporte do edifício-sede do TJDFT para o Fórum.

Em relação a lanchonete o assessor ressaltou que é uma emergência e que já foi homologada a licitação para a instalação da lanchonete e que poderá ser iniciada a sua ocupação imediatamente. O Sindjus quer garantir que todas as reivindicações sejam atendidas antes da data estabelecida e continuará acompanhando as mudanças para que os servidores tenham condições favoráveis de trabalho.

🔥187 Total de Visualizações