Folha de S. Paulo: procurador-geral rebate críticas de Mendes

Roberto Gurgel disse que as críticas do presidente do STF são “ataques injustificáveis”. Gilmar Mendes afirmou anteontem que procuradores e promotores devem desculpas ao país. “Que digam que usaram e até indenizem o Estado por terem usado indevidamente força de trabalho paga pelo poder público, paga pela sociedade, para fins partidários”. Para Gurgel, a opinião de Mendes é “oposta à da sociedade”, que, segundo ele, “tem a instituição como uma das que melhor funcionam no Estado brasileiro”.

Fonte: Folha de S. Paulo

🔥16 Total de Visualizações