PCCR Já!

Servidores mantêm greve enquanto projeto continuar emperrado no STF. Amanhã tem assembléia na Praça dos Tribunais

A proposta de revisão salarial dos servidores do Judiciário e MPU será reanalisada provavelmente amanhã (26) pelo ministro Gilmar Mendes, presidente do Supremo Tribunal Federal, informou Policarpo, hoje, em ato público no Anexo II do STF, às 16h30.

Segundo o coordenador-geral do sindicato, o vice-presidente do STF, ministro Cezar Peluso; o presidente do TST, Milton de Moura França e Carlos Ayres Britto, do TSE já se dispuseram a intermediar a questão do envio da proposta, mas ainda há pontos de discordância entre as alterações propostas pelo ministro Ives Gandra Martins, a quem coube revisar o projeto do PCCR aprovado por todos os presidentes dos tribunais no dia 7 de outubro, o que de fato atenderia os anseios da categoria.

Policarpo informou aos servidores que teve uma conversa por telefone com Ives Gandra hoje à tarde. O ministro reclamou que estava apenas intermediando a negociação entre os servidores, Anamatra e Ajufe. Policarpo, disse ao ministro que a categoria ficou insatisfeita com o rumo dado por ele na última semana.: “Disse a ele que os servidores esperavam avanços de uma semana para outra e que ao contrário houve retrocesso. Ao aumentar de 12 para 18 meses o prazo de promoção de um padrão para outro e aumentar o número de padrões de 12 para 15, a categoria ficou decepcionada”.

Amanhã, às 16h, na Praça dos Tribunais, a categoria volta a se reunir com os trabalhadores do Judiciário e Ministério Público Federal. Na ocasião, espera-se que a nova versão do projeto salarial em debate no STF possam ser avaliadas pela categoria.

🔥13 Total de Visualizações