Jornal de Brasília: Ministro causa reação do STF

Ao dizer que não arredará o pé do aumento médio de 56% no salário dos servidores do Judiciário, o STF rebateu as críticas do ministro Paulo Bernardo (Planejamento) de que a proposta enviada ao Congresso é “delirante”. Para o diretor-geral do STF, Alcides Diniz, não tem “nenhum delírio” no pedido, necessário para evitar um “colapso” na Justiça.

Fonte: Jornal de Brasília

🔥37 Total de Visualizações