Planaltina e Sobradinho debatem PCCR

Com um final de ano conturbado e um começo de governo cheio de mudanças que não estavam previstas, os servidores do judiciário e do MPU se viram bombardeados por uma série de notícias e informações que davam como acabadas qualquer possibilidade de reajuste salarial da categoria.

Nesse clima de tensão que aconteceram, nesta segunda-feira, as visitas aos fóruns de Planaltina e Sobradinho. “A presença dos diretores veio na hora certa. Era preciso mesmo acabar com esses boatos que só vem atrapalhar e desunir a categoria. Já está passando da hora do povo entender que precisamos nos unir e parar de ficar disseminado mentiras por ai”, disse Carlos Alberto Quaresma, analista judiciário do Fórum de Sobradinho, visitado nesta segunda-feira (14).

A queixa de notícias truncadas tem sido uma constante nos debates feitos entre servidores e diretores do sindicato. “Essas visitas nos trouxeram informações objetivas e claras. Não podemos acreditar em tudo que circula por ai. Temos que ponderar as informações que nos chegam e na dúvida procurar as entidades oficiais de classes como os sindicatos e associações. Se começarmos a nos separar baseados em boatos ficamos enfraquecidos e não conseguiremos nada”, alertou Plácido Bartolomeu Sobrinho, técnico da promotoria de justiça de Planaltina, também visitada nesta segunda-feira. Plácido tem incentivado seus colegas de categoria a não desistir da aprovação do plano apesar das dificuldades existentes. “Tenho 24 anos de MPU e posso dizer que o que temos hoje não foi dado pelo governo. Tudo foi conquistado por nós com muita batalha. A força está com o servidor. Já fizemos grandes movimentos carreiristas e acredito que vamos sim aprovar nosso plano”, declarou.

Com as visitas, os diretores estão colhendo também outras demandas para que o sindicato possa batalhar pelos servidores. Os debates têm sido enriquecedores e acalorados, mas terminam em entendimento e união. “Claro que agora o que mais queremos é a aprovação do plano, mas temos outras pendências. Com a visita pudemos pedir pessoalmente por outras demandas, como a volta das férias coletivas, que já tem até emenda no Congresso Nacional.”, disse Simone Bezerra dos Santos, analista judiciária do Fórum de Sobradinho. “Esse momento de aproximação do sindicato foi excelente e gostaria que se repetisse com mais freqüência, principalmente nos fóruns das satélites. Pudemos debater vários pontos e entender os procedimentos de cada demanda”, avaliou Adriana Soriani, técnica da promotoria de justiça de Planaltina.

As visitas desta segunda-feira marcam o começo da segunda semana de mobilização do Sindjus para retomar a luta pela aprovação do PCCR. De acordo com o calendário aprovado pelos delegados sindicais, os diretores passarão por todos os órgãos do judiciário e MPU até o dia 14 de março.

🔥13 Total de Visualizações