Visita dos diretores reacende a chama da luta pelo PCCR

Começou mais uma semana de visitas dos diretores do Sindjus aos órgãos do judiciário e do MPU. Passando em cada sala e falando pessoalmente com os servidores, os diretores do sindicato têm conseguido reanimar a categoria e reacender a chama da luta pelo reajuste salarial. “Tem muita gente com dúvida quanto ao sucesso do plano. Muitos estão descrentes. Essa visita nos trouxe alento”, disse Josias Galvão, analista da Justiça Federal, um dos órgãos visitados nesta segunda-feira (21).

Josias é um dos servidores que acredita que está na hora de intensificar a pressão no presidente do Supremo Tribunal Federal. “Temos que cobrar esse compromisso do ministro Peluso. Tá na hora de buscarmos uma atitude dele e, em último caso, se ele não se movimentar, partimos para a luta declarada que é a paralisação”, avalia o analista que faz um apelo às autoridades do poder judiciário. “Os juizes e os ministros devem ser mais sensíveis a nossa situação. Eles não trabalham sem nosso serviço”, disse.

Ricardo de Oliveira, analista do MPF lotado na PRR1, também gostou de receber os diretores do sindicato e pediu que fossem criadas ações que envolvessem e pressionassem também o procurador-geral. “Queremos um empenho maior do Gurgel. Uma alternativa seriam atos pontuais na sede da procuradoria que realmente incomodem e balancem a estrutura do local”, sugeriu o servidor que admite. “Estamos todos ansiosos com a aprovação deste plano de carreira”.

Além da Justiça Federal e da 1ª Região da Procuradoria Regional da República, os diretores do Sindjus também estiveram nesta segunda-feira na Procuradoria da República no Distrito Federal. As visitas seguem até o dia 14 de março. Todos os órgãos serão visitados.

🔥25 Total de Visualizações