Servidores do TRT conscientes da participação da categoria na aprovação do PCCR

Nesta terça-feira (10) os servidores do TRT receberam o Sindjus, às 8h da manhã para a paralisação de 24 horas. Desde ontem (dia 9) os diretores do Sindjus percorrem as salas do Tribunal com o objetivo de convocar todos para participar da paralisação. “Acho que essa paralisação está certa, precisamos pressionar o ministro Peluso, mas isso não é só responsabilidade do Sindicato, os servidores devem fazer sua parte. Vou participar do ato, às 15h, com certeza”, afirma o servidor do TRT, Valdir Pinheiro Azevedo.

Para Maria Eulilia Cavalcanti Amorim, servidora do TRT, os servidores devem aderir à paralisação e não podem desistir do PCCR. “Eu acho que os servidores devem vestir a camisa e se mostrar envolvidos com a aprovação do PCCR. Eu vou participar da paralisação e ainda chamar os meus colegas para aderir ao movimento”, reforça.

“Eu acho que as paralisações e atos são a forma do sindicato dar um retorno para os servidores, nos colocar a parte do que está acontecendo e reforçar ainda que a categoria deve agir de forma incisiva para que o PCCR seja aprovado”, reforça o servidor do TRT, Rodrigo Cardoso.

🔥11 Total de Visualizações