O Dia: Semana decisiva na União

Termina quarta-feira o prazo para o governo federal garantir o aumento em 2012

Rio – A semana é decisiva para os servidores públicos federais. Termina agosto e, também, o prazo para o governo entregar ao Congresso Nacional o projeto de lei do Orçamento de 2012. Apesar de faltar pouco para o dia 31, Ministério do Planejamento e lideranças do funcionalismo ainda não chegaram a um acordo sobre possível aumento para o funcionalismo.

A proposta da União prevê teto de R$ 7 mil para o pessoal de Nível Superior. E oferece incremento de R$ 211 na gratificação do Nível Intermediário e R$ 105 para Nível Auxiliar. Com as alterações, os reajustes vão variar de 2,3% a 31%.

O secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira, vai se reunir amanhã, às 10 horas, com representantes Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef). Na semana passada, Duvanier informou que não há como ampliar a oferta de reajuste para as 12 categorias contempladas.

Para o secretário-geral da Condsef, Josemilton Costa, o governo tem que ceder um pouco na proposta. “O aumento tem que ser dado no vencimento básico e não nas gratificações. Defendemos que há condições de o governo ampliar o número de carreiras beneficiadas”, argumenta.

Servidores promoveram, na última terça-feira, marcha em Brasília pelo reajuste salarial para diversas categorias

🔥52 Total de Visualizações