Servidores do Mirabete e Leal Fagundes demonstram motivação para ato

Os coordenadores José Oliveira (Zezinho), Cledo Vieira e Sheila Tinoco participaram, no dia 30 de agosto, de reunião no Fórum Mirabete, mobilizando os servidores para o ato do dia 8. Depois das explanações dos diretores, os presentes compreenderam que é preciso pressionar de forma maciça o STF para que Joaquim Barbosa faça o reenquadramento justo dos servidores do Poder Judiciário e destravar a LDO no que se refere ao descongelamento dos auxílios alimentação e pré-escolar.

Segundo a avaliação de Cledo Vieira, a reunião no Mirabete foi bastante positiva, “é mais um fórum que acredita que só por meio de união e mobilização vamos conseguir mais essas vitórias. Em nossas visitas aos locais de trabalho, encontramos servidores com muita garra, cansados de descaso e prontos para exigir seus direitos”, frisou.

Clique aqui para conferir as fotos da reunião no Fórum Mirabete.

Fórum Leal Fagundes

No mesmo dia 30, os coordenadores foram visitar os servidores do Fórum Leal Fagundes. Além da discussão em torno do reenquadramento e do reajuste dos auxílios, o sindicato se comprometeu a buscar uma solução para problemas enfrentados por servidores daquele fórum, que também são comuns a outros locais de trabalho, como a falta de especialidades no serviço médico e de berçário.

Mesmo o Leal Fagundes sendo o segundo maior Fórum do Distrito Federal, não há no serviço médico, entre outros, pediatra de plantão. Os servidores precisam se deslocar até o Plano Piloto para conseguir atendimentos específicos. “O rodízio de especialidades é demanda de todos os fóruns. Uma demanda que vamos levar, com a urgência devida, para a administração. No caso do Leal Fagundes, por exemplo, vamos pedir a ampliação das especialidades. Não adianta a administração ter o pensamento de descentralizar a Justiça concentrando pontos que dizem respeito diretamente aos servidores, como as especialidades médicas, na sede do tribunal”, explicou Sheila Tinoco.

Além do fortalecimento do serviço médico, o Sindjus vai intensificar a batalha para conseguir a instalação de um berçário no Fórum, beneficiando mães e pais servidores. Embora já haja um Processo Administrativo com tal solicitação, até agora a administração não se movimentou nesse sentido. “Vamos procurar o secretário-geral do TJDFT para, mais uma vez, cobrar essa questão que é fundamental para que haja um ambiente de trabalho saudável, com qualidade de vida e segurança para os servidores”, afirmou José Oliveira (Zezinho).

Clique aqui para conferir as fotos da reunião no Fórum Leal Fagundes.

Crédito: Daniel Nogueira

🔥9 Total de Visualizações