Sindjus e associações do MPU reúnem-se em prol do reajuste emergencial

progesterone injection

progesterone role

O Sindjus se reuniu, na manhã desta segunda-feira (10), com as associações do Ministério Público, para discutir a pauta dos servidores e criar uma frente de luta capaz de avançar em demandas importantíssimas, como o reajuste emergencial, defendido pelo sindicato como a principal bandeira de 2014.

Os coordenadores Ana Paula Cusinato e Jailton Assis conversaram com as seguintes associações, representadas por seus presidentes: ASMPF (Marcos Ronaldo); ASMIP (Fernando Moraes); ASEMPT (Tadeu Simões); ASSTTRA (Pedro Sobrinho).

O sindicato defendeu a necessidade de todos se unirem em torno do reajuste emergencial, uma vez que os 15,8% não amenizaram em nada a defasagem salarial da categoria. Para embasar essa discussão, os coordenadores apresentaram o estudo elaborado pelo assessor econômico do Sindjus, com índices técnicos e comparações de carreiras, e também detalhou a reunião com o secretário-geral da PGR, Lauro Cardoso, ocorrida no dia 5.

A proposta de trabalho conjunto tem como objetivo construir uma unidade em torno do reajuste emergencial para os servidores do MPU. Nesse sentido, a reunião reafirmou a parceria entre as entidades na busca por um reajuste digno, que promova a efetiva valorização da categoria.

“Esta atividade é parte do esforço que o Sindjus está fazendo para recuperar a necessária unidade da categoria. Para ganhar mais esta luta, os servidores precisam construir a proposta de reajuste emergencial coletivamente.”, ressaltou Ana Paula.

Também participaram desta reunião os delegados sindicais e militantes: Joíra Furquim, Artur Marciano, Emerson Parente e Laércio Reis.



Fotos: Daniel Nogueira

🔥8 Total de Visualizações