PGR: Janot garante empenho e atuação conjunta com o STF para reajuste dos servidores

Em reunião ocorrida nesta terça-feira, 2 de setembro, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recebeu representantes de associações e sindicatos dos servidores do Ministério Público da União. O encontro contou com a presença do secretário-geral do MPU, Lauro Cardoso, e teve como pauta o reajuste da categoria e as estratégias para viabilizar o novo projeto de lei encaminhado ao Congresso Nacional sobre o assunto. Durante o encontro, o PGR garantiu o seu total empenho para resolver a questão salarial de membros e servidores.

Janot informou que o Projeto de Lei nº 7.919/14, encaminhado ao Legislativo na última sexta-feira, 29 de setembro, está em consonância com as tabelas enviadas pelo Poder Judiciário, adotando uma estratégia para negociação conjunta. “Eu e o ministro Lewandowski vamos trabalhar juntos. Vamos buscar um encaminhamento satisfatório para essa questão”, frisou.

A respeito do corte das propostas orçamentárias enviadas pelo MPU e Judiciário, o procurador-geral disse que está estudando as medidas políticas e judiciais cabíveis, de forma estratégica. “Estou analisando a questão neste momento, junto com uma equipe. Daremos os encaminhamentos necessários dentro das possibilidades que considerarmos mais eficazes”.

De acordo com o PGR, o cenário ainda está aberto e as negociações vão se intensificar após a posse do presidente do Supremo Tribunal Federal, marcada para o dia 10. Os dois estarão juntos reforçando o diálogo com o Executivo sobre o orçamento necessário e com o Congresso para a tramitação das propostas.

O procurador-geral da República salientou ainda que a união de esforços será fundamental, principalmente ao longo do mês de setembro, e que a atuação dos sindicatos e associações será de grande ajuda.“A estratégia é juntarmos forças, MPU, CNMP, STF, CNJ e representantes da categoria. Contamos imediatamente com vocês, reforçando o diálogo com os deputados e senadores”, disse.

🔥11 Total de Visualizações