Marcha demonstra força da greve e pressiona os Três Poderes pela aprovação dos PLCs

Cerca de três mil servidores do Poder Judiciário e do MPU do Distrito Federal, que ganharam o apoio de colegas de outros estados, fizeram um ato de peso na tarde desta segunda-feira (29/6) demonstrando toda indignação provocada pela contraproposta indecorosa de 21,3% feita pelo governo. Concentrados na Catedral, os servidores, com faixas, apitos, cornetas, buzinas, bandeiras, cartazes, narizes de palhaço, fecharam as pistas da Esplanada descendo rumo ao Congresso Nacional, onde deram o recado aos senadores pela aprovação dos PLCs 28 e 41 nesta terça-feira (30/6).

Durante a marcha, o senador Hélio José (PSD/DF) fez um pronunciamento na tribuna do Senado defendendo a aprovação do PLC 28/15. O senador do Distrito Federal explicou a importância de se viabilizar esse projeto e pediu o apoio dos demais colegas para votá-lo e aprová-lo nesta terça-feira. Clique aqui para ouvir o áudio do proncuniamento. Enquanto isso, os servidores prosseguiam com seu ato chamando a atenção de cidadãos, autoridades e imprensa. Um servidor chegou a se acorrentar na estátua que simboliza a Justiça em frente ao STF, fazendo o seu protesto de forma pacífica. Ao final de sua fala foi retirado pela política.

Passando pelo STF, os servidores reforçaram a cobrança por um posicionamento firme do presidente Lewandowski em relação à viabilização da nossa matéria como está, não admitindo rebaixamento ou retirada de pauta. Ao chegarem ao Palácio do Planalto, entoaram palavras de ordem e marchinhas repudiando a contraproposta de 21,3%, denunciando a realidade de desvalorização salarial da categoria e a necessidade de aprovação dos PLCs 28 e 41. Depois os servidores se deslocaram para as proximidades do STF, dando início a vigília que continuará noite afora no Acampamento do Sindjus. Enquanto isso, os coordenadores do Sindjus e da Fenajufe foram recebidos pelo diretor-geral do STF, Amarildo Vieira de Oliveira.


Ato desta terça

Nesta terça-feira, a concentração de servidores terá início às 12h, no Acampamento do Sindjus, no STF, com ato às 15h. A participação de todos é importante para pressionar os senadores. O sindicato oferecerá transporte.

🔥31 Total de Visualizações