Chefes de cartórios: Entidades tentam garantir que Congresso vote crédito suplementar

A semana começou cheia para dirigentes da Fenajufe, do Sindjus-DF e de outros sindicatos de base. Na agenda, além da pressão para que o Palácio do Planalto sancione logo os PLCs 26 e 29/2016, que revisam os salários da categoria, há também a luta pela aprovação, ainda este mês no Congresso Nacional, do PLN 3/2016, que permitirá a implantação da isonomia entre os chefes de cartórios da Justiça Eleitoral.

Desde ontem (11), representantes das entidades estão fazendo conversas no Senado Federal para que o projeto de crédito suplementar, necessário à implementação do PL 13.150/2015, entre na pauta da próxima sessão do Congresso. Pelo Sindjus-DF, participam das atividades no Senado em defesa da aprovação do PL 3/16 os coordenadores Costa Neto e Elcimara Souza, ambos também da direção da Fenajufe.

A pressão central é para que a sessão ocorra ainda antes do recesso parlamentar, que tem início a partir do dia 15 de julho. Mesmo com dificuldades apontadas por alguns parlamentares de que haja sessão conjunta do Congresso ainda esta semana, os servidores seguirão no Senado fazendo conversas visando à garantia do pleito.

Nos contatos realizados ontem pelas entidades, o diretor da Secretaria Geral da Mesa do Congresso Nacional, André Sarks, disse que a eleição da presidência da Câmara dos Deputados, prevista para ocorrer nesta quarta-feira (13), poderia dificultar a convocação da sessão conjunta. Sarks afirmou estar ciente da importância e urgência da pauta dos servidores e se comprometeu a tratar do assunto com Renan Calheiros e com o Secretário Geral da Mesa, Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho. No entanto, outros senadores disseram que há uma expectativa de que a Lei de Diretrizes Orçamentária de 2017 seja apreciada ainda antes do recesso, considerando que a Comissão de Orçamento deve apreciá-la na quarta-feira (13).

Com a pauta cheia e as atenções voltadas para a eleição na Câmara dos Deputados, entidades sindicais e chefes de cartórios eleitorais de todo o país precisam intensificar as mobilizações. A Fenajufe e os sindicatos de base continuarão buscando reuniões com parlamentares, líderes partidários e do governo no Congresso Nacional e com o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, para que haja uma sessão ainda esta semana do Congresso Nacional e que os parlamentares aprovem, finalmente, o PLN 3/2016.

🔥11 Total de Visualizações