Saúde mental do trabalhador é tema de reunião entre entidades e Núcleo Psicossocial do TJ

Na última sexta-feira (02/09) dirigentes do Sindjus-DF, da Fenajufe, da Assejus-DF (Associação dos Servidores do TJDFT) e da Aojus-DF (Associação dos Oficiais de Justiça do TJ) se reuniram com servidoras do Núcleo Psicossocial Institucional do TJDFT, ocasião em que debateram temas relacionados à saúde mental do servidor. Os diretores do Sindjus Elcimara Souza – também como representante da Fenajufe – e Wilton Freitas estiveram na reunião, ao lado dos colegas Gerardo Lima e Adriana Faria – ambos coordenadores da federação.

Os dirigentes solicitaram uma proposta de trabalho para abordar questões como o assédio moral, ansiedade, depressão e a prevenção ao suicídio, problemas cada dia mais comuns aos servidores públicos e que têm sido motivo de preocupação das entidades representativas da categoria. A expectativa é, a partir de ações em parceria com profissionais que atuam na área da saúde mental, desenvolver uma política de prevenção e tratamento da saúde dos servidores. A intenção é que o órgão “adote” o projeto e desenvolva o trabalho junto aos seus servidores, visando à diminuição de doenças ou transtornos psicológicos diretamente relacionados à realidade em que vivem no local de trabalho.

O Sindjus-DF considera que os casos de adoecimento de servidores públicos vêm se tornando algo comum, à medida que as administrações dos órgãos exigem mais de seus servidores, cobrando metas de produtividade e, em muitos casos, promovendo assédio moral constante. Para a direção do sindicato, a saúde do trabalhador precisa merecer a devida atenção das entidades sindicais da categoria.

Além dos dirigentes sindicais, participaram as servidoras Daniela Prieto, Leida Nepomuceno, Marcella Bitencourt e Angelita Marquês.

🔥13 Total de Visualizações