Amanhã é dia de ato contra a reforma da Previdência. Sindjus-DF convoca categoria!

A comissão especial criada no âmbito da Câmara dos Deputados para apreciar a Proposta de Emenda à Constituição nº 287/2016 deve votar o parecer do relator, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), no próximo dia 21 de março, terça-feira da semana que vem. A expectativa do Palácio do Planalto é finalizar a votação da proposta de reforma da Previdência, na Câmara e no Senado, ainda em junho deste ano. Para isso, conta com grande empenho de sua base aliada no Congresso Nacional.

Com o objetivo de barrar esse ataque frontal aos direitos previdenciários da classe trabalhadora, entidades sindicais, em todo o país, aprovaram um dia nacional de lutas para esta quarta-feira, 15 de março. Em Brasília, o Sindjus-DF participará dos atos convocados por vários sindicatos e centrais sindicais, com concentração às 9h, no Museu da República. Com faixas, cartazes e palavras de ordem, servidores públicos e categorias do setor privado, durante toda a manhã e parte da tarde, darão o seu recado ao governo federal que não aceitarão uma reforma que aumenta o tempo de contribuição para 49 anos e eleva a idade mínima de aposentadoria, para homens e mulheres, para 65 anos de idade. De forma unificada, irão dizer que não aceitarão trabalhar até a morte.

O Sindjus, entendendo ser fundamental a participação dos servidores do Judiciário Federal e do MPU, convoca toda a categoria para a manifestação. Servidores que quiserem transporte para o Museu devem entrar em contato com o sindicato, no telefone 3212 2613.

🔥12 Total de Visualizações