Sindjus-DF convoca servidores à manifestação do dia 02/07, no Senado, para manter autistas no Censo

O Sindjus-DF convoca os servidores do Poder Judiciário e do Ministério Público da União que são (pais de) autistas ou simpatizantes da causa para participarem no dia 02 de julho (terça-feira), às 9h, em frente à Biblioteca do Senado Federal, de manifestação pela manutenção dos autistas nos censos demográficos. O Núcleo de Inclusão do Sindjus-DF, por meio de seus coordenadores e integrantes, estará presente, fortalecendo o ato. Inclusive, o Núcleo pede para que os servidores levem seus familiares autistas, pois o que está em jogo é o futuro deles. Juntos, vamos exigir que o projeto referente a esse tema já aprovado na Câmara seja mantido pelo Senado, sem retrocessos.

A expectativa do Plenário do Senado votar no dia 25 junho o PLC 139/2018, que determina a inclusão, nos censos demográficos, de informações específicas sobre pessoas com autismo, foi frustrada. Isso porque o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) anunciou que pretende apresentar uma emenda para que a coleta de dados sobre autismo não seja feita por meio de censo, mas sim pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD).

Para forçar a retirada do PLC 193 da pauta do Plenário do Senado, Bezerra Coelho apresentou requerimento para a realização de uma audiência pública na CAS. Aumentando a preocupação de (pais de) autistas quanto a esse retrocesso, o senador informou que essa mudança já foi acertada com a autora da matéria, a deputada Carmen Zanotto (Cidadania-SC). Ou seja, todo o esforço para que seja obrigatório que os censos populacionais do país incluam “especificidades inerentes ao autismo”, com objetivo de buscar conhecimento científico a respeito do grupo para embasar o aperfeiçoamento das políticas públicas voltadas a esse segmento, está em risco por conta da interferência do governo.

Não vamos nos calar. Todos à manifestação do dia 02 de julho, no Senado Federal.

🔥203 Total de Visualizações