SINDJUS-DF REQUER SUSPENSÃO DE COBRANÇA DE CUSTEIO DO PRÓ-SER, PARA OS SERVIDORES DO STJ E DO CJF.

Após ter tomado conhecimento de descontos excessivos nos contracheques dos Servidores do STJ e do CJF, referentes ao custeio do Pró-Ser, o Sindjus-DF, no dia 13/08/2019, ingressou com pedido de suspensão da referida cobrança, uma vez que os valores referem-se a custeios acumulados de janeiro a agosto do corrente ano, sem que os beneficiários tivessem dado causa ao acúmulo. Após o requerimento do Sindicato, o referido Programa de Saúde decidiu escalonar os descontos, de modo a diminuir o percentual da cobrança e, consequentemente, o impacto no bolso de todos os seus beneficiários.

O Sindjus-DF informa que os efeitos do seu pedido, bem como da decisão tomada pelo referido Programa de Saúde, estende-se a todos os servidores beneficiários, do STJ e do CJF.

O escalonamento dar-se-á da seguinte forma: será descontado 6% em Agosto, 7% em Setembro, 8% em Outubro, 9% em Novembro e 10% em dezembro.

Esclarece que o escalonamento já está sendo feito a partir desse mês de agosto no STJ e que, segundo informação do Pró-Ser, o mesmo não foi feito no CJF devido a folha daquele Conselho já estar fechada, no momento em que o Pró-Ser lhe informou da referida medida, mas que será feita a compensação no percentual de 4% a menos, na folha de setembro, uma vez que o valor descontado daqueles servidores, ao invés de 6%, foi de 10%.

Ressalta ainda que o pedido do Sindjus-DF é no sentido de SUSPENDER o desconto, na sua integralidade, até que o Pró-Ser adote os procedimentos legais, a serem observados, quanto aos processos que devem preceder a referida cobrança.

🔥143 Total de Visualizações