Sindjus-DF requer suspensão dos descontos de consignados dos servidores do Poder Judiciário e MPU durante pandemia

O Sindjus-DF protocolou nesta terça-feira (7/4), em todos os órgãos do Poder Judiciário e ramos do MPU, requerimento administrativo dispondo sobre a suspensão por, no mínimo, 60 dias, dos descontos em folha por créditos concedidos aos servidores públicos mediante consignação, em razão da pandemia do novo coronavírus que já afeta a economia (Veja como exemplo os requerimentos protocolados no STJ, PGR e TJDFT).

Especialistas apontam para um cenário de recessão mundial e no Brasil, a expectativa não é diferente. A maioria dos servidores do Poder Judiciário e do Ministério Público da União estão com parte considerável de seus salários comprometida com empréstimos consignados, resultado da política de desvalorização salarial imposta à nossa categoria, que perdeu significativamente seu poder de compra.

Os consumidores já notam aumento de alguns produtos nos mercados, inclusive com denúncias de aumentos abusivos em itens como álcool gel e gás de cozinha. O fato é que a situação de pandemia está trazendo mais custos aos servidores, muitos precisando socorrer familiares que estão sem poder trabalhar ou perderam seus empregos. Paralelo a isso, os servidores estão sofrendo inúmeros ataques quanto à redução de seus salários e perda de vantagens ligadas ao trabalho presencial. Tudo isso gera intensa preocupação.

Para auxiliar os servidores do Judiciário e do MPU a respirarem mais aliviados neste momento de calamidade pública, o Sindicato requer a suspensão temporária dos descontos em folha por créditos concedidos aos servidores públicos mediante consignação por, no mínimo, 60 (sessenta) dias, extensível por mais 60 (sessenta) dias ou prazo maior, dependendo da evolução da pandemia.

Para o Sindicato essa iniciativa é benéfica para um número exponencial de pessoas, pois além de possibilitar o equilíbrio financeiro das famílias, os servidores poderão ter mais tranquilidade e destinar uma parte maior de seus salários para o próprio sustento e de seus familiares.

🔥8.0 K Total de Visualizações