Está na pauta do CNJ de hoje (8/9) a jornada especial de servidores com deficiência. Sindjus-DF acompanha com atenção!

Está na pauta da sessão plenária do CNJ desta terça-feira (8/9), a discussão da jornada especial para servidores e magistrados com deficiência (Ato Normativo 0008357-32.2019.2.00.0000).
Caso a matéria seja aprovada, servidores e magistrados com deficiência terão regulamentada a jornada especial. A proposta abarca servidores que são pais ou responsáveis legais de crianças especiais.

Trata-se de uma luta antiga do Sindicato e muito importante para o avanço da inclusão nos tribunais e demais órgãos do Poder Judiciário.

No dia 18/11/2019, o coordenador de assuntos jurídicos do Sindjus-DF Cledo Vieira, que integra o Núcleo de Inclusão do Sindicato, reuniu-se com o conselheiro do CNJ Valtercio Ronaldo de Oliveira, para tratar do tema.

Na oportunidade, o dirigente argumentou a respeito das dificuldades encontradas em Brasília no que diz respeito à falta de regulamentação da jornada especial, de modo que alguns locais promovem redução de uma hora apenas e outros, de 50%. Cledo salientou a importância da aprovação de uma normatização por parte do CNJ que garanta isonomia e a aplicação da jornada diferenciada.

O Sindjus-DF defende que todos os servidores com deficiência ou pais de filhos com deficiência tenham redução de 50% da jornada, e acompanhará atentamente a sessão do CNJ desta terça-feira, com início às 14h.

🔥256 Total de Visualizações