ATENÇÃO: Diretor-Geral do STF explica que revisão geral de 5% recairá sobre o vencimento básico, vpni, fc e cj, com reflexos na gaj, anuênios e nos adicionais

Durante a reunião, Edmundo Veras disse que o reajuste está em andamento, em vias de finalização da parte burocrática

O Diretor-Geral do Supremo Tribunal Federal (STF), Edmundo Veras, recebeu, na tarde desta quarta-feira (18/5), o coordenador-geral do Sindjus-DF, Costa Neto, e o coordenador jurídico Cledo Vieira para tratar, entre outros assuntos, da recomposição salarial emergencial que será concedida na forma de revisão geral para os servidores públicos federais.

Questionado pelos dirigentes do Sindjus-DF sobre como se daria a incidência do reajuste, Edmundo Veras explicou que os 5% incidirá sobre o vencimento básico do servidor, VPNI (incorporações), FC e CJ, com reflexos na GAJ, adicionais de qualificação e anuênios.

O diretor-geral ainda informou que a recomposição emergencial já está com andamento avançado, aguardando apenas os trâmites burocráticos, com vigência a partir do mês de julho.

O Sindjus-DF continuará trabalhando por uma nova recomposição salarial em 2023 e reposição integral das perdas salariais históricas, por meio de um novo Plano de Carreira, Cargos e Salários.

Fortaleça seu Sindicato. Filie-se ao Sindjus-DF!

🔥12.3 K Total de Visualizações