Sindjus requer do STF a adoção de medidas necessárias ao reajuste dos auxílios alimentação e creche em 2024

O Sindjus enviou requerimento à presidente do STF, ministra Rosa Weber, reivindicando o reajuste dos Auxílios Alimentação e Creche para 2024 dos servidores do STF, seguindo o mesmo formato que ocasionou no reajuste concedido em 2023. Para viabilizar esse pleito, o Sindicato requer a inclusão de dotações destinadas ao custeio desses auxílios na proposta orçamentária do STF para o ano de 2024.

Importante lembrar que o índice do reajuste solicitado é limitado à variação do IPCA de janeiro de 2023 até o mês anterior ao do reajuste. Respeitada a mesma periodicidade do reajuste desses benefícios concedido em 2023, o STF poderá, portanto, conceder reajuste correspondente à variação acumulada do IPCA de 1º de fevereiro de 2023 a 1º de janeiro de 2024. De acordo com o Boletim FOCUS do Banco Central do Brasil divulgado em 10 de julho de 2023, a estimativa do IPCA para o ano de 2023 é da ordem de R$ 4,95%.

Segundo o PLDO 2024, o STF deverá encaminhar sua proposta orçamentária ao Poder Executivo até 11 de agosto de 2023. Portanto, é necessário realizar todos os procedimentos necessários para viabilizar as dotações reivindicadas para o reajuste desses auxílios.

O Sindjus já fez a mesma solicitação aos demais órgãos do PJU, ramos do MPU e CNMP, de modo a contemplar todos os servidores.

A luta do Sindicato para atualizar esses auxílios visa assegurar a manutenção do poder de compra dos servidores, que está sofrendo perdas inflacionárias. É justo que os benefícios sejam corrigidos anualmente, evitando prejuízos à categoria.

Orgulho de ser Sindjus. Filie-se e fortaleça o seu Sindicato.

🔥657 Total de Visualizações