Servidores do Ministério Público reafirmam luta por reajuste

Em assembleia na tarde de hoje (29), os servidores do Ministério Público reafirmaram luta pela aprovação de reajuste salarial.

Os servidores aprovaram, por unanimidade, a realização de uma nova assembleia dos servidores do MPU no dia 6/12, com indicativo de paralisação para o dia seguinte, e a realização de um grande ato no dia 7/12, para pressionar o governo a liberar o orçamento necessário à aprovação do reajuste salarial.

Na avaliação do servidor Mario Jorge Medeiros, o foco neste momento tem de ser a aprovação do orçamento para 2012, independentemente das questões de dividem a categoria. Mario Jorge também ressaltou a pressão que deve ser feita sobre o procurador-geral da República, exemplificando o fato de o mandado de segurança que trata da autonomia orçamentária do Judiciário, impetrado pelo Sindjus, estar há mais de um mês com carga para o PGR.

Sobre esse ponto, a assembleia aprovou, por unanimidade, uma carta dos servidores do MPU a ser enviada a Roberto Gurgel cobrando a devolução imediata do mandado de segurança ao Supremo Tribunal Federal.

O servidor Flavio Caetano Costa questionou sobre a ameaça que tem chegado a todos de uma possível retirada do PL 6697/2009 da Câmara dos Deputados, ressaltando a necessidade de ser ter o projeto como uma possibilidade para os servidores do Ministério Público. Sobre este ponto, a assembleia decidiu, por maioria, pela manutenção do PL 6697/2009.

🔥13 Total de Visualizações