Sindjus mobiliza locais de trabalho para atos públicos pelo reenquadramento

Com objetivo de informar e esclarecer os servidores do Poder Judiciário e do Ministério Público da União sobre o reenquadramento e de mobilizar a categoria para os dois grandes atos do início de agosto (dia 2 na PGR e dia 8 no STF), os coordenadores do Sindjus têm percorrido uma série de locais de trabalho.

O sindicato já visitou os fóruns e promotorias de Sobradinho, Brazlândia, da Infância e Juventude (VIJ e PDIJ), Planaltina, São Sebastião, Fórum Verde e PRR. Nos próximos dias, o sindicato dará continuidade a essas visitas. Clique aqui para ver as fotos

Pressão total

O fato de o CNMP ter reenquadrado os servidores com mais dois padrões, fato que já teve reflexo nos contracheques de julho, contribuiu para fortalecer a luta do Sindjus pela correção da injustiça trazida pelas Leis 12.773 e 12.774/12, que já conta com requerimentos administrativos e reuniões com administrações.

No entendimento do sindicato, agora, o momento é de pressão total, pois a mobilização dos servidores é fundamental para conquistar os avanços necessários a essa questão, uma vez que as administrações têm tratado esse pleito com descaso.

Os coordenadores já passaram pelos fóruns e promotorias de Sobradinho, Brazlândia, da Infância e Juventude (VIJ e PDIJ), Planaltina, São Sebastião, Fórum Verde e PRR. Nos próximos dias, o sindicato dará continuidade a essas visitas.

Embora o reenquadramento seja uma das prioridades da pauta, o sindicato tem ouvido os servidores sobre outros temas, construindo assim uma pauta mais ampla de reivindicações.

A essência que move os atos pelo reenquadramento é a luta dos servidores pela valorização da carreira. Sendo assim, além de empunhar com o devido destaque a bandeira do reenquadramento com mais dois padrões, os servidores vão, durante os dois atos, cobrar a GAJ/GAMPU de 100%, prometida em agosto de 2012, e a atuação institucional e empenho do presidente do STF e do procurador-geral da República pelo fim do congelamento dos benefícios (auxílio-alimentação e auxílio pré-escolar).

A categoria, que vai ao presidente Joaquim Barbosa e ao PGR demonstrar a indignação com o fato de o STF e da PGR darem de ombros para o reenquadramento, também deixará claro o descontentamento com a política de segregação de valorizar cargos em comissão e ignorar todos aqueles outros servidores que são igualmente responsáveis pelo funcionamento da Justiça.

Organize-se

Abrace essa campanha pelo “reenquadramento com mais dois padrões já” e conscientize seus colegas de trabalho sobre a importância de participar desses atos, com toda garra e disposição. Juntos, pela valorização da nossa carreira com um reenquadramento justo.


Dia 2 de agosto, ato na PGR, às 15h

Dia 8 de agosto, ato no STF, às 15h

Créditos das fotos: Daniel Nogueira e Fernanda Silva

🔥8 Total de Visualizações