Ato durante inauguração do Fórum de Águas Claras cobra atual e futura gestão do TJDFT

Nesta segunda-feira (11/4), os coordenadores do Sindjus Elcimara Souza, Júnior Alves, Costa Neto e Gilmar Saraiva participaram de ato durante a inauguração do Fórum de Águas Claras. Os servidores protestaram pela reversão da Portaria da Greve (102/2015), pelo pagamento dos 14,23% a todos os servidores do tribunal, por mais segurança para os oficiais de justiça, bem como pelo reajuste da indenização de transporte dos oficiais, que, assim como nossos salários, acumula enorme defasagem.

Em relação à Portaria da Greve, o presidente do TJDFT, Getúlio de Moraes, que deixa o cargo no dia 22 de abril, insiste em manter o pagamento da compensação hora/hora mesmo depois de duas pesquisas realizadas com diretores de varas e magistrados apontado claramente que a maioria do serviço represado durante a greve já foi atualizada. Na última reunião realizada com o presidente, no dia 8 de abril, o Sindjus atestou que a não reversão da portaria se dá em razão da atual gestão insistir em punir os grevistas.

Os coordenadores se revezaram no carro de som cobrando atenção à pauta dos servidores. Além da atual gestão, estavam presentes os integrantes da próxima, da qual o Sindjus espera uma relação mais respeitosa em favor dos servidores. O ato já surtiu resultado positivo, pois o próximo Presidente, que toma posse no dia 22/04, se comprometeu em acompanhar as demandas dos Oficiais de Justiça.

🔥11 Total de Visualizações