Sindjus-DF dá a largada para nova campanha salarial

Sindicato apresenta calendário de assembleias setoriais para discutir reajuste

Estudo econômico encomendado pelo sindicato indica que a nossa categoria possui uma defasagem salarial de mais de 40%. Os cálculos são do renomado economista Washington Luiz Moura Lima. O reajuste necessário em fevereiro de 2019 (primeiro mês subsequente ao final do parcelamento da Lei 13.317/2016) para recompor nossas perdas salariais desde junho de 2006 (dada em que foi aprovado o PCS III) é de 43,13%.

No percentual de 43,13% não está acrescido qualquer ganho real, apenas o valor referente à recomposição das perdas do período (de junho de 2006 a fevereiro de 2019). Por isso, é fundamental que a categoria conheça esse estudo e debata profundamente a nossa nova campanha salarial, que já deu os primeiros passos.

Considerando que as propostas do PJU e MPU devem ser encaminhadas ao Congresso até o dia 31 de agosto, data do fechamento da proposta orçamentária, o Sindjus-DF reforça a necessidade de se fazer gestões e pressão sobre as autoridades competentes e indica as seguintes datas para o início da rodada de assembleias setoriais para debater a campanha salarial, esclarecendo que os demais órgãos serão contemplados nas semanas seguintes:

4/6 – TJDFT

5/6 – STJ

6/6 – TST

7/6 – STF

8/6- MPDFT

🔥58 Total de Visualizações