Sindjus-DF entregou cestas básicas a mais 109 famílias carentes em três regiões do DF, fruto de doações recebidas durante o projeto SALVE O SOM

Dando prosseguimento à entrega das doações arrecadadas durante o Projeto SALVE O SOM, que estão sendo convertidas em cestas básicas, o Sindjus-DF realizou a distribuição de mais de uma tonelada e meia de alimentos e produtos de necessidades básicas a mais 109 famílias, amenizando assim a situação crítica enfrentada pelas pessoas em estado de vulnerabilidade durante a atual pandemia.

No dia 28 de maio, foram entregues 36 cestas básicas para a Associação Comunitária de São Sebastião, na cidade de São Sebastião.

No dia 09 de junho, foi a vez da Associação Ação Esperança no Arapoanga, em Planaltina, receber 37 cestas básicas.

Ainda no dia 09 de junho foram repassadas 36 cestas básicas à Associação Encanto de Itapoã, no Itapoã, sendo tais cestas provenientes do apoio e doações da Agepoljus, da Astrife e de outros doadores.

O projeto SALVE O SOM, que já contou com duas edições, é uma iniciativa do Sindjus-DF e do Sindilegis, com apoio do Metrópoles, do Fonacate, do Legis Club Brasil e de outras entidades, objetivando promover a solidariedade através da realização de lives (shows virtuais) com artistas de Brasília, em uma ação cultural e social que beneficia justamente quem mais necessita.

Além das doações a esses três locais mencionados na presente matéria, o Sindjus-DF já realizou a entrega de cestas básicas à comunidade rural Capãozinho III (Brazlândia-DF), aos moradores do Vale do Amanhecer (Planaltina), à Associação Porto Rico (Santa Maria), ao Instituto Mãos Amigas (Ceilândia), à Associação Beneficente Cristã Mãos Solidárias (Ceilândia), no Acampamento Noelton Angélico (Brazlândia), à Associação Afago DF (Brazlândia), à Associação Santos Inocentes (Samambaia Norte), à Associação Cristã Santa Clara (Cidade Estrutural), ao Grupo Espírita-Cristão “A Caminho da Luz” (Sobradinho) e a pessoas em situação de vulnerabilidade residentes na Vila Margarida, localizada na região conhecida como “Rota do Cavalo”, que faz parte de Sobradinho.

“Em meio a tantas notícias sobre perdas irreparáveis e sofrimento relacionados à crise do coronavírus, que nos apoiemos na solidariedade, na capacidade do ser humano fazer o bem ao seu semelhante. Afinal, quando a gente se une podemos fazer a diferença, podemos transformar a realidade, podemos tornar o mundo um lugar melhor para se viver. Que o sentimento de solidariedade seja parte permanente da nossa vida diária, de modo que mesmo após a pandemia continuemos nos unindo e agindo em prol do bem de todos”, afirmou o coordenador-geral do Sindjus-DF, Costa Neto.

 

Associação Encanto de Itapoã

 

Associação Ação Esperança no Arapoanga

 

Associação Comunitária de São Sebastião

🔥110 Total de Visualizações