Assembleia-geral do Sindjuf-SE aprova por unanimidade desfiliação da Fenajufe

Os colegas da base de Sergipe, reunidos na tarde desta quinta-feira (11/11) em assembleia-geral convocada pelo Sindjuf-SE, decidiram, por unanimidade, pela desfiliação da Fenajufe.

O Sindjus-DF parabeniza a iniciativa e a coragem dos servidores que votaram pela libertação do Sindjuf-SE de uma Federação que deixou de defender a categoria para fazer política em prol de interesses pessoais e de partidos políticos e centrais sindicais.

A manutenção ou não à federação já estava em debate há alguns anos no Sindjuf-SE. Além da Fenajufe ter sido transformada em palanque político, o fato da Federação priorizar os sindicatos com maior arrecadação, não tratando todos com respeito e a equidade necessária, motivou a desfiliação.

O fato é que mais e mais servidores estão compreendendo que a Fenajufe não nos representa. O Sindicato de Sergipe é a terceira entidade a se desligar da Fenajufe, após o Sindjus-DF e Sinsjustra (TRT-14). Isso demonstra que a Federação está desmoronando e se esfacelando em virtude de práticas nefastas.

Trecho da nota do Sindjuf/SE afirma: “a entidade não vem cumprindo seu papel de representar a categoria – inclusive, não possui carta sindical para tanto. Tampouco utiliza sua força para contribuir com o trabalho local do Sindicato. Alguns dirigentes de lá usam sua voz para levantar as bandeiras de seus partidos políticos dentro dos espaços em que deveriam ser debatidos os interesses dos servidores públicos”.

Confira a íntegra da nota:

Categoria vota por desfiliação da Fenajufe.
Na tarde desta quarta-feira, 11/11, diretoria e servidores da base se reuniram virtualmente em assembleia geral extraordinária com o objetivo de deliberar sobre a desfiliação do Sindjuf/SE da Fenajufe. Por unanimidade, a categoria decidiu em favor da desfiliação.
A questão de manter-se filiado ou não à federação já está em debate na diretoria do Sindicato há alguns anos. A conduta de alguns membros da diretoria da Fenajufe, de utilizar este espaço para palanque de seus partidos políticos, motivou a insatisfação dos coordenadores de Sergipe.
Para o Sindjuf/SE, a entidade não vem cumprindo seu papel de representar a categoria – inclusive, não possui carta sindical para tanto. Tampouco utiliza sua força para contribuir com o trabalho local do Sindicato. Alguns dirigentes de lá usam sua voz para levantar as bandeiras de seus partidos políticos dentro dos espaços em que deveriam ser debatidos os interesses dos servidores públicos. Sempre que possível, o Sindjuf/SE, assim como outros sindicatos, alertou, criticou, interveio em favor dos servidores. Porém, a tentativa de recolocar a federação no rumo certo não teve sucesso.
Além disso, o estatuto da Fenajufe, hoje, favorece os grandes sindicatos, aqueles com grande número de filiados e, consequentemente, alta arrecadação. Assim, não tratando com equidade todos os sindicatos.

Com a decisão, o Sindjuf/SE deixará de integrar o quadro de filiados da Fenajufe e seguirá trabalhando em benefício dos servidores do Judiciário Federal, sem permitir que interesses e preferências político-partidárias interfiram em sua atuação.

🔥158 Total de Visualizações