Sindjus-DF faz ato bastante participativo na Rodoviária do Plano Piloto contra a PEC 32

Sindjus-DF faz ato bastante participativo na Rodoviária do Plano Piloto contra a PEC 32

Milhares de pessoas acompanharam o ato do Sindjus-DF contra a Reforma Administrativa, realizado nesta quarta-feira (18/08), na Rodoviária do Plano Piloto, um dos lugares mais movimentados da capital federal, com fluxo diário de 700 mil brasilienses.

Com faixas e bandeiras, o Sindjus-DF, com participação dos diretores Abdias Trajano, Cledo Vieira e Iveraldo Soares, foi ao encontro do povo percorrendo as plataformas da rodoviária, distribuindo uma carta aberta à população em defesa do serviço público e contra a Reforma Administrativa. Como parte integrante do ato, os manifestantes permaneceram ainda mais de vinte minutos na área que dá acesso ao metrô, enfrentando resistência da segurança local e levando a mensagem de que a PEC 32 faz mal à população e deve ser combatida por todos.

O movimento chamou a atenção das pessoas, tanto pelo som da banda de música do Sindicato tanto pelo conteúdo polêmico da Reforma Administrativa, que tem o propósito de precarizar os serviços públicos, destruindo esse patrimônio importantíssimo do povo brasileiro. Muitos ainda desconhecem o que há realmente por trás dessa PEC vendida pelo governo como “algo bom” para a sociedade.

Depois de veicular várias peças publicitárias da campanha contra a Reforma Administrativa nos painéis e totens da Rodoviária do Plano Piloto e telas digitais nas estações e no interior dos trens do metrô, o Sindjus-DF entendeu que o melhor lugar para se fazer um ato seria na rodoviária, junto do povo, das parcelas da população que mais vão sofrer com o fechamento de escolas públicas, o enfraquecimento da segurança pública, a cobrança de serviços de saúde que hoje são gratuitos.

Enfatizando a seara do Poder Judiciário e do Ministério Público, diretores do Sindjus-DF e servidores do PJU e MPU conscientizaram a população sobre os prejuízos que essa reforma vai trazer, por exemplo, na efetividade dos direitos da mulher, dos idosos, das crianças e adolescentes, das pessoas com deficiência.

O público recebeu muito bem a manifestação apartidária organizada pelo Sindjus-DF, cuja única bandeira levantada foi em favor dos serviços públicos e do povo brasileiro, que merece respeito e tratamento digno por parte do Estado. Os servidores foram aprovados em concursos públicos e desempenham suas atribuições de forma responsável para melhor servir a população.

Ao contrário do que a grande mídia diz, o servidor não é privilegiado, pois os verdadeiros privilegiados não são atingidos por essa reforma. Ao contrário do que a grande mídia diz, os servidores e o povo brasileiro estão do mesmo lado e devem lutar juntos por serviços públicos cada vez mais valorizados.

“Sementes foram espalhadas em um campo bastante fértil e o Sindjus-DF vai continuar indo ao encontro do povo, levando a verdade à população sobre essa reforma nefasta que é movida pelos interesses do mercado financeiro e que vai aumentar ainda mais as desigualdades existentes no Brasil e a situação de vulnerabilidade do povo brasileiro. A PEC 32 é um grande mal que precisa ser combatido com muita união e mobilização, pois se prejudica os servidores, prejudica a população”, afirmou Costa Neto, coordenador-geral do Sindjus-DF.

Fique atento às próximas convocatórias do Sindjus-DF e participe! Juntos, somos mais fortes!

🔥62 Total de Visualizações