Sindjus celebra Dia Internacional da Mulher com muita luta e programação especial

O Dia Internacional da Mulher é uma data que celebra as conquistas e lutas das mulheres ao longo da história. É um dia para reconhecer o valor e a importância das mulheres em todas as áreas da sociedade, desde a política até a cultura, passando pela ciência, pela arte, pelo movimento sindical. Saudamos as mulheres corajosas que estão fazendo a diferença como diretoras do Sindjus, delegadas sindicais e na base, lutando por respeito, pelos direitos e novas conquistas.

O Dia Internacional da Mulher é uma oportunidade para refletir sobre os avanços e os obstáculos que as mulheres ainda enfrentam no mundo atual. É uma ocasião para homenagear as mulheres que fizeram história e que inspiram outras mulheres a seguir seus sonhos e ideais. É um momento para celebrar a diversidade e a beleza das mulheres, que são fortes, inteligentes, criativas e corajosas. É um convite para fortalecer os laços de sororidade e apoio mútuo entre as mulheres, que são capazes de transformar o mundo com sua voz e sua ação.

O Sindjus luta pela pauta das mulheres, combate toda e qualquer forma de violência contra a mulher, e entende que a luta por igualdade não é apenas uma questão de justiça, mas também de desenvolvimento humano e social, pois a construção de um mundo melhor, mais justo e próspero, depende da participação efetiva da mulher em todos os espaços. Embora o número de mulheres servidoras públicas do Poder Judiciário e do MPU seja expressivo, defendemos mais mulheres nos cargos de chefia. Afinal, a liderança feminina tem muito a oferecer.

Durante a Semana da Mulher, o Sindjus distribuiu em diversos locais de trabalho uma cartilha didática de Enfrentamento da Violência Doméstica e Familiar contra as mulheres elaborada pelo Núcleo Judiciário da Mulher do TJDFT. Essa iniciativa é uma parceria entre o Sindjus e o NJM/TJDFT.

Na terça-feira (5/3), a TV Sindjus exibiu um podcast com o seguinte tema: “As políticas de combate à violência contra as mulheres e a eficácia, eficiência e efetividade da Lei Maria da Penha”, com a presença da desembargadora Tânia Regina Silva Reckziegel, do TRF 4ª Região presidente do Colégio de ouvidorias judiciais das mulheres (COJUM), e da Juíza Luciana Lopes Rocha, Auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Coordenadora do Núcleo Permanente Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Distrito Federal (NJM/TJDFT).

O Sindjus também tem trabalhado duro na coleta de assinaturas para viabilizar a PEC que visa corrigir distorções da Emenda Constitucional 103 e equiparar os critérios de cálculo previdenciário entre as mulheres dos regimes Próprio e Geral. Após atingir o número de assinaturas necessários, a PEC pode começar a tramitar.

E, neste sábado (9/3), Sindjus e Sindilegis vão promover um Feirão em alusão ao Dia das Mulheres, com uma programação especial que engloba saúde, bem-estar, autoestima, empoderamento feminino e muito mais, como promoções e sorteios exclusivos para as filiadas. Haverá palestras sobre qualidade de vida e longevidade ministradas pela personal trainer, Solange Frazão. Será um dia dedicado a celebrar as mulheres. Participe! O evento vai acontecer das 9h às 17h, na Sede do Sindilegis (SGAS II SGAS 610 Conjunto C Módulo 70 – Asa Sul, Brasília-DF).

O Dia Internacional da Mulher, que foi definitivamente instituído pela ONU no ano de 1975, surgiu das lutas no início do século XX, como resultado de movimentos sociais e greves de trabalhadoras que exigiam melhores condições de trabalho, salário justo, voto feminino e participação política. Ao longo dos anos, o dia foi se consolidando como um símbolo de resistência e sororidade.

Neste 8 de março de 2024, seguimos firmes na luta pelos direitos das mulheres e celebrando a sua inestimável importância.

Parabéns a todas as mulheres do mundo, em especial, às servidoras do Poder Judiciário e do MPU.

Orgulho de ser Sindjus. Filie-se e fortaleça o seu Sindicato.

🔥227 Total de Visualizações